Pipoqueira quebrada...

22/01/2012 23:06

                                                                               

 

    "(...) Em seu poema "Out of Order", André Auw descreve sua reação ao observar a cena em que uma jovem mãe tenta explicar ao filho de quatro anos que a máquina de pipocas está quebrada e não pode liberar seu conteúdo.

    "É filho, você não vai ter pipoca. A máquina está quebrada. Olha há um aviso nela!

    Mas ele não compreendia. Afinal ele tinha o desejo, e tinha o dinheiro, e podia ver a pipoca na máquina. E, no entanto, de algum modo, em algum lugar, alguma coisa estava errada porque ele não podia ter a pipoca. 

    O menino foi embora com sua mãe, e queria chorar."

    E Senhor, eu também queria chorar, chorar pelas pessoas que viraram máquinas trancadas, bloqueadas, quebradas e cheias de coisas boas de que outras pessoas necessitam e querem e, contudo, nunca poderão desfrutar, porque de algum modo, em algum lugar, alguma coisa dentro delas não deu certo."

 

Citação de John Powell em O Segredo do Amor Eterno, p. 12, Crescer, 1999.

 

Voltar